Álvaro de Jesus

 Amadas e Amados Irmãos Espirituais: 

O meu Amado Guia pede-me para eu vos esclarecer o que não esclareci, há pouco, na minha última mensagem.

Então, como soe dizer-se, abro a porta da VERDADE!

Na minha última Encarnação eu fui Juiz de Direito, no Brasil, e, no final dos anos 80, na cidade de Coimbra, fui visitado pelo Grande Civilista e Jurisconsulto Brasileiro, o Dr. Augusto Teixeira de Freitas, o qual, num Centro Espírita que eu frequentava, me veio cumprimentar.

Nessa minha última encarnação, ao ter eu sido Juiz de Direito, facto provado também pela Associação Espírita de Leiria, e segundo um estudo feito aqui na cidade do Porto por uma Psicóloga e Astróloga, foi-me por ela dito que eu, na minha última Encarnação, não fizera NADA do que eu trouxera, espiritualmente falando, para realizar. Portanto eu, nessa minha última encarnação, no que concerne ao Espiritual FALHEI totalmente.

A Associação Espírita de Leiria, nos começos dos anos 90 do Século XX, em Ofício que dessa Associação recebi, foi-me dito exactamente isso, mais me informando que os Guias tinham dito que fora eu mesmo a pedir-lhes para Não me deixarem ser de novo Juiz. Que, por tal razão, o meu Curso de Direito na Universidade de Coimbra não iria ser concluído.

E o que é que eu trouxe para realizar nessa minha última encarnação, perguntareis vós.

Trouxe para fazer o que eu estou a realizar neste sagrado momento, ou seja, vim para completar a Obra que deixei no Século XIX, o Novo Consolador, quando fui Allan Kardec.

Sim, eu fui Allan Kardec e tenho provas em como o fui. Provas vindas de Médiuns videntes que me vêem como tal, provas vindas de um Grande Astrólogo Brasileiro, o qual me tem feito muitos estudos e tem visto tudo o que de mim eu devo saber.

Há pouco na mensagem que eu vos enviei grafada pelo nosso Querido Amigo do Século XIX, hoje desencarnado e de nome Aníbal, ele diz quem foi Allan Kardec em relação a Chico Xavier, terminando por dizer que Allan Kardec está actualmente encarnado, ou seja, Aníbal sabe onde está ou quem é Kardec reencarnado, não sendo por acaso que eu tenho esta sua mensagem, como muitas outras.

Então vamos às datas:

Nasci em Lyon chamando-me Hippolyte Léon Denizard Rivail em 3 de Outubro de 1804, e faleci em Paris, no dia 31 de Março de 1869, com 64 anos de idade.

Nas ‘Obras Póstumas’, lê-se muito bem o que o Espírito da Verdade disse a Allan Kardec: que a sua missão só ficaria completa na sua próxima encarnação, pois ele teria de vir para completar a obra. (Sic).

O sucessor de Allan Kardec, que foi Chico Xavier, veio e deixou, como se sabe, toda uma Obra Escrita complementar ao Novo Consolador. Faltava vir o próprio Allan Kardec para completar a Obra, e Allan Kardec voltou, ainda no Século XIX, chamando-se Otílio e, em vez de Completar a Obra, desviou-se e foi Juiz de Direito. Por isso é que fui eu a pedir aos Guias para não me deixarem ser agora, e de novo, Juiz.

Veja-se que, entre a morte de Allan Kardec e o nascimento do Álvaro de Jesus passaram-se 78 anos, tempo mais que suficiente para que o Otílio tivesse vindo e tivesse falhado a missão.

Quando o Senhor Jesus me disse, em Coimbra, no final dos anos 80:´

– “A Missão que, desta vez, te trouxe à Terra, não fui Eu que ta dei, foi o Pai e ai de ti que a não cumpras!”

JESUS falava com conhecimento de causa. Só não me disse, nessa altura, por que razão me disse:

– “Ai de ti que a não cumpras!”

Ou seja, Ele sabia que eu tinha falhado a Missão quando vim como Otílio…

Portanto, agora, ou seja, desta vez, Não poderia voltar a Fracassar. Entretanto, quem me tem ouvido ao longo dos anos, sabe que eu tenho dito e repetido muitas vezes:

– Desta vez eu vim reciclado….

Agora sei por que tenho dito isto. O meu Espírito preparou-se muito bem, desta vez, antes de vir, para não voltar a falhar. Nada, como se vê, é por ‘acaso’…

Mas foi em 1999 que eu comecei a saber que era Allan Kardec reencarnado, pois na cidade da Maia, que fica a norte da cidade do Porto, quando a nossa Irmã Adelaide, dirigente da Associação ‘Os Filhos do Sol’, ao descer de sua casa e ao chegar junto do Grupo que a esperava, onde eu me encontrava, lendo um dos meus ELUCIDANDOS, interrompendo-me na leitura, disse:

– “Álvaro! Não te envaideças com o que eu te vou dizer, mas estão aqui a dizer-me que tu és Kardec.”

Mal ela acabou de dizer estas palavras, eu, fechando os meus olhos, agradeci, sem saber muito bem o que me estava a acontecer, pois quem respondeu fui eu, mas não foi o Álvaro de Jesus.

Nessa altura, em 1999, em casa da Adelaide, e depois de eu ter sido canal do Senhor KRISHNA, Ele ao deixar-me, confirmou uma suspeita minha, a de eu ter sido José de Arimateia.

Nessa reunião, quando os trabalhos estavam a terminar, e antes que o nosso Amado Mestre Shandi deixasse a Adelaide onde estava incorporado, eu perguntei-lhe:

– “Amado Mestre Shandi, é verdade o que eu acabei de saber sobre quem eu fui no Tempo do Senhor Jesus?

– “Sim! Tu foste José de Arimateia.”

A partir desse momento seja o Mestre Shandi, seja a Adelaide, nunca mais me chamaram Álvaro de Jesus, mas sempre e apenas José de Arimateia.

Sei que muitos Espíritas estão a dizer que Allan Kardec não foi José de Arimateia, sim, eu sei disso, pois diz-se que, no Tempo do Senhor Jesus, Allan Kardec fora o Centurião que comandou a sua Crucificação.

Eu mesmo referi isso ao Astrólogo brasileiro que me tem feito os estudos, NEGANDO ele, peremptoriamente, que Allan Kardec tenha sido esse Centurião, mas sim José de Arimateia.

Depois da nossa Irmã Adelaide ter ouvido os seus Guias dizer que eu era Allan Kardec, vieram mais OITO Médiuns, confirmar o mesmo, tendo uma delas ido mais longe, ao dizer-me que me via naquele momento como VOLTAIRE. Esta nossa Irmã Fernanda, que estava a dialogar comigo por ser minha aluna do Mestrado em REIKI, viu-me, num certo momento como Allan Kardec que ela não conhecia. Perante a descrição que ela me fez mostrei-lhe a foto de Allan Kardec e ela confirmou ser essa figura que ela acabara de ver. Meia hora depois, volta a ver-me, agora como Voltaire, que ela reconheceu.

Ora, Voltaire, foi uma Encarnação conhecida de Allan Kardec.

Quando o Senhor Jesus me disse, em Coimbra, através da Médium Maria Lucília:

– “A Missão que, desta vez, te trouxe à Terra, não fui Eu que ta dei, foi o Pai e ai de ti que a não cumpras!”

Ele, ao dizer ‘desta vez’, deixava implícito que, em alguma vez, fora Ele quem me mandara vir…

Mais uma Vez o Senhor Jesus não falou por falar, pois que, em Julho ou em Agosto de 2007, recebi de São Paulo, Brasil, uma informação do meu Amigo Théo Mendes, o qual me dizia que o Escritor Jan Val Ellam, ia estar no Porto e queria muito ter um encontro comigo.

De facto, eu encontrei-me num Hotel da Praça da Batalha, desta cidade do Porto, com esse Amigo, o Jan Val Ellam, recebendo dele alguns Livros de sua Autoria, e, mais tarde, ao ler uma dessas obras, de nome ‘Muito Além do Horizonte’, vi que no Século XVIII, aquele que viria no Século XIX para ser o codificador do Novo Consolador, e que se chamaria Allan Kardec, fora escolhido exactamente, pelo Senhor JESUS. Pois é… dessa vez, foi Ele que me escolheu… Pois de uma escolha se tratou.

Mas é o nosso Amado CHICO XAVIER quem, sem o dizer textualmente, me identifica, ao dizer que O CAMINHO é a Primeira Igreja Espírita, ou seja, O CAMINHO, sendo a reconstrução do Templo que o Senhor JESUS fundou e deixou aos Seus Apóstolos, exactamente por ser isso é que é também o completar da Obra que Allan Kardec codificou e deixou na segunda metade do Século XIX.

É, In Fine, CHICO XAVIER quem, ao dizer o que disse, INFORMA aquele que é a Encarnação de ALLAN KARDEC, que O CAMINHO é o COMPLETAR DA SUA OBRA, pois que, no Século XIX, eu nunca poderia ter deixado NENHUM TEMPLO, como agora vou deixar, este: O CAMINHO – Novo Templo do Senhor.

Sublinho, veemente e/ou peremptoriamente que O CAMINHO, sendo ÚNICO, é o TUDO que devemos Amar, Reconstruir e Seguir, por Não poderem Existir Dois Templos do Senhor JESUS.

REPITOfalando-se do Templo do Senhor JESUS, nenhum outro poderá existir, pois que, se é este TEMPLO O CAMINHO, enquanto IGREJA, que o PAI quer ver renascido, será neste CAMINHO que todos deveremos entrar e ficar.

Posto isto… ajuíze e pense seriamente quem o poder fazer, abraçando a Obra que está a renascer das cinzas, como também disse e bem CHICO XAVIER.

Ao ALTO, eu, enquanto buscador da verdade, agradeço de todo o meu Coração, todas as ajudas e todo o apoio que tenho recebido ao longo desta minha Encarnação, bem como a confiança que o nosso Divino PAI CRIADOR em mim depositou.

A Vós, Irmãos meus, eu peço perdão por alguma falta, sabendo que o vosso coração mas relevará, tendo em conta a Obra que estamos a reconstruir e a coordenar, onde todos teremos de realizar a Vontade do nosso Divino PAI Celestial.

Na Luz,

Eu Sou Allan Kardec, mas que, assinará sempre como o nome que tenho agora, ou seja, Álvaro de JESUS.

Que o PAI a todos nós abençoe neste dia Sagrado: 13-11-2017 – Dia 7 – Igual ao dia em que eu nasci: 19-12-1947.

 ***

***
Nosso Amado e Saudoso Irmão CHICO XAVIER não foi Allan Kardec reencarnado. Divaldo Pereira Franco o atesta, e o próprio CHICO XAVIER o afirma no fim desta sua Mensagem.

Atenção, não é, como se lê, uma psicografia de Chico Xavier, é sim uma Mensagem ditada – Grafada – por Chico Xavier. Portanto, onde se lê psicografia de Chico Xavier, deve entender-se que é uma Mensagem que ele ditou, do Além, e que uma Irmã de Coimbra, do Grupo Estudos Espíritas Allan Kardec, psicografou. “Espíritas Instruí-vos. Espíritas Uni-vos.” – Espírito Verdade (Elias).

http://www.geeak.pt/freime_chico.htm

Chico Xavier

***

INFORMAÇÃO

Amadas e Amados Irmãos:

Aos que continuam a afirmar que o nosso Amado Irmão CHICO XAVIER ainda não falou, ou seja, ainda não dirigiu nenhuma mensagem aos seus Irmãos encarnados na Terra, deixamos esta inequívoca prova em contrário.

Da forma mais sublinhe que possamos compreender, o nosso Amado CHICO XAVIER entrou na Oração de uma nossa Irmã e, pouco a pouco, foi a Sua Voz que começamos a ouvir.

Louvemos ao Senhor e agradeçamos ao nosso Amado CHICO XAVIER por esta sua doce manifestação de AMOR.

***

Não será propriamente uma Canalização, mas sim uma Intuição…

Caríssimos:

Ontem, dia 19 de Janeiro de 2016, foi-me dado saber, por intuição, algumas verdades que eu ainda não tinha ‘sentido’ desta forma.

Os nossos Amados Irmãos Maiores, nossos Amados Guias e Amparadores, mormente o Senhor Jesus, vão, assim, ajudando-me a compreender e a concluir certas situações, em ordem a poder assimilar melhor por que razão estou a Reconstruir o Templo.

Ninguém é obrigado a acreditar nisto, mas, e apesar disso, eu devo dizê-lo.

Antes disso, vamos oferecer-vos a nossa melhor tradução aos três primeiros parágrafos da Mensagem que o Senhor Jeshua ben Joseph ditou no dia 12 deste mesmo mês, através da nossa Irmã Judith Coates, subordinada ao Título:

A CONSCIÊNCIA DO INICIADO

Transcrevemos e comentamos esses 3 parágrafos no seu próprio corpo, com a cor violeta:

“Amado, Tu és o iniciado, o início, aquele que está em busca, aquele que quer encontrar. Há uma certa sensação de entusiasmo que decorre de seres o iniciado: queres conhecer tudo o que há para experimentar na vida.

Agora, como falamos muitas vezes, esta vida é uma extensão do que experimentaste aqui e noutros corpos planetários (Jeshua começa a dizer-nos que a vida que estamos a viver nesta encarnação é uma extensão, ou seja, é a continuação do que aqui vivemos anteriormente, isto é, é uma extensão dessas nossas vidas passadas, tenham elas sido vividas aqui na Terra, tenham sido elas vividas noutros Planetas habitados), pois esta não é a tua primeira vida aqui na sagrada Mãe Terra e não é a tua primeira vida, como caracterizarias uma vida, na expressão (mais informando que esta nossa actual Vida na Terra não é a primeira Vida que temos na Terra, dando a entender que já aqui estivemos anteriormente, como diz também que esta nossa Vida não é a primeira Vida que temos, independentemente do lugar ou planeta onde tivemos essa nossa Primeira Vida).

Conheceste vidas na sagrada Mãe Terra como os pequenos seres (diz que já aqui vivemos, na sagrada Mãe Terra, como ou sendo pequenos seres), como os grandes seres (ou que vivemos sendo grandes seres), tudo o que possas imaginar como animado – e inanimado – (ou seja, tenhamos sido ser animado ou inanimado, quer dizer, sendo um ser Não Vivo, exemplo: um mineral, ou como um ser Vivo, exemplos: vegetal e animal) e experimentaste outros corpos planetários, noutras constelações estelares (como já vivemos também noutros Planetas e noutras Constelações) também, porque quiseste saber (porque assim o quisemos, a fim de termos conhecimento e saber): “Onde posso eu ir? Como posso eu ser? Como será? Que perguntas me farei, e se houver outros, o que lhes irei perguntar?” (Tudo sempre dependeu de nossa Vontade, em Liberdade, como continua, hoje em dia, a depender).

Estes os comentários que eu faço a esses três primeiros parágrafos dessa Mensagem do Senhor Jeshua ben Joseph, não deixando de dizer que toda a Mensagem é um autêntico repositório de novos conhecimentos e descobertas.

Relembro, entretanto, e ainda sobre este mesmo assunto, o que a nossa Divina Mãe MARIA, no Capítulo VI, de Sua Obra COROLARIUM, ditada a Diamantino Coelho Fernandes nos anos 60 do Século XX, falou sobre o sumário desse VI Capítulo:

 “A Alma, suas origens e crescimento. – O sopro divino. – Integração no núcleo de vidas da escala animal. – Sua chegada à condição de ser espiritual. – Possível retorno ao planeta primitivo. – Cruzada Espiritual Feminina. – Eliminação do sofrimento físico na Terra.”

Ou seja, a nossa Divina Mãe Maria, nessa década e nesse Século, já nos tinha dito e elucidado sobre a nossa origem e crescimento. O Senhor Jeshua ben Joseph, confirma aqui tudo o que a Sua e nossa Divina Mãe MARIA disse, indo mais longe…

Emmanuel, através de Chico Xavier, também já nos tinha dado a sequência de toda a nossa evolução, ou seja, o que já fomos antes de virmos à Encarnação na condição Humanos, a recordar: Mineral, Vegetal, Animal, Besta, Homem, Anjo.

Tudo isso ficou confirmado, através dos 3 primeiros parágrafos que vos transcrevemos.

Não comento por que razão não falam disto as Religiões (Igrejas) conhecidas ou tradicionais, mas, o certo é que não falam, pois o que em cima ficou, para a grande maioria é coisa nova e, quem sabe, absurda. Porém, se cada um pensar no que o Homem ainda só alcançou de Moral, Ética, Verdade e Amor, vai concluir que o Senhor Jeshua, Sua Mãe e Emmanuel, têm razão.

***

Vamos, agora, às ditas Verdades:

1.ª – CHICO XAVIER, na mensagem que ditou no dia 23 de Agosto de 2007, sobre a Nova Igreja do Caminho, disse:

         “Renasceu das cinzas.

         Milénios após a última ceia do Senhor Jesus.”

E, nas Mensagens espirituais de JOSÉ, das quais se extraiu o livrinho que a nossa Irmã Celeste me ofereceu em Coimbra, lê-se a páginas 26 e 27:

– “Após a partida do Mestre, deixando à Humanidade, como herança divina, o amor que havia derramado entre os homens, Pedro, sentindo a grande responsabilidade que tinha assumido no tocante ao auxílio material e espiritual da imensa quantidade de enfermos do corpo e da alma, resolveu fundar na Palestina o primeiro Lar Espírita a que denominou – IGREJA DO CAMINHO –, assim chamada por se achar situada à beira da estrada que se dirigia a Belém.”

Entretanto, JOSÉ DE ARIMATEIA, na Obra, com o seu nome, que ditou a Frank C. Tribbe, ao falar dos dias seguintes à morte de JESUS, reporta-se algumas vezes aos ‘seguidores do Caminho’, o que indicia que esse ‘Caminho’, já vinha desde JESUS, pelo que não foi Pedro quem o fundou, mas sim o próprio Senhor JESUS.

JESUS, segundo e indo novamente ao que Chico Xavier disse da NIC, teria entregado, na última Ceia, o comando e a gestão desse CAMINHO ao Apóstolo Pedro.

É assim que entendemos a informação de Chico Xavier, pois caso contrário ele não teria dito:

Renasceu das cinzas.

Milénios após a última ceia do Senhor Jesus.”

Concluindo esta Verdade, direi que tudo começou com o Senhor JESUS, tendo sido Ele, portanto, o Fundador do CAMINHO, mesmo que esse CAMINHO não fosse, nesse Seu Tempo, o que hoje conhecemos e designamos por Igreja.

Porém, Sua Voz, nos finais dos anos 80 do Século XX, na Rua Tenente Valadim, de Coimbra, disse-me:

– “Prepara-te, pois vais reconstruir o Templo.”

Ora, Templo é Igreja!

***

2.ª Verdade:

O Espírito da Verdade nos seus muitos Recados/Aviso disse:

– “Espíritas! Instruí-vos! Espíritas! Uni-vos!”

Ao lermos a primeira frase, não entendemos que o Espírito da Verdade tenha recomendado aos Espíritas o dever de se Instruírem somente através do que KARDEC deixou, mas sim, o dever de se INSTRUÍREM, com tudo ou através de todas as Fontes do Saber!

Quanto à segunda frase, pede Ele aos Espíritas para Se UNIREM.

Cabe aqui recordar um idêntico pedido, formulado pela nossa Amada Madrinha, aquando de uma reunião espírita, tida na Rua do Almada, da cidade do Porto, quando Ela grafou pedido para que todos se unissem num mesmo Local (Templo).

KARDEC, entretanto, também ouviu e recebeu informação do Espírito da Verdade que teria de voltar à Terra, numa nova encarnação, para completar a Obra.

Sabemos, hoje, que isso era devido a dois factores:

Primeiro, à doença de Kardec e,

Segundo, a ser impossível completar a Obra nesse tempo, devido ao Poder que a Igreja de Roma detinha.

Creio, salvo melhor opinião, que o Espírito da Verdade, mesmo sem dizer a KARDEC como iria ele, na sua próxima encarnação, completar a Obra, se referia a um Templo, ou seja, referia-se ao que o nosso Amado Irmão Chico Xavier disse nas Mensagens ditadas nos dias 4 e 23 de Agosto de 2007, referindo-se à Nova Igreja do Caminho, bem como ao que Sua Voz me disse directamente.

Sendo assim, O CAMINHO-Novo Templo do Senhor, é esse TEMPLO, sendo outrossim, o renascimento do que JESUS Fundou e deixou.

Isto vos deixo.

Gratíssimo estou por ter tido todas estas intuições de Luz e Verdade.

Paz, Amor e Luz!

Álvaro de Jesus

***

Rua de Cedofeita, nº 455, 1º, Sala 9

4050-181 PORTO

***

Web Site

http://caminhonovotemplo.com

***

Facebook:

https://www.facebook.com/O-Caminho-Novo-Templo-635329629937412

Amor

***

MENSAGEM DO CRIADOR

Canalizada por Álvaro de Jesus

Amados Filhos…

Quando desejais deslocar-vos de um lado para outro, abris um caminho.

Caminho esse que utilizareis para poderdes chegar mais rápido a esse outro lado, para onde desejais ir.

Eu tenho-vos indicado Um CAMINHO, através de meus Mestres que a vós envio, para que possais retornar a Mim mais rápido.

Olhai a História, e ela confirmar-vos-á o que Eu estou a relembrar-vos.

Que possais compreender que somente pela UNIDADE comigo sereis Felizes.

Que isto vos chegue para concluirdes o que deveis fazer.

Eu Sou em Vós e Vós sois em Mim.

Ficai na Paz.

Eu Sou o vosso Criador.

***